Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2015

TRE-SP cassa mandato de Netinho de Paula por infidelidade partidária

Imagem
O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE) decretou nesta terça-feira (17) a perda do mandato do vereador Netinho de Paula (PDT), por infidelidade partidária. A corte entendeu que o político não sofreu grave discriminação pessoal ou política ao deixar o PCdoB, partido pelo qual foi eleito em 2012. Da decisão, que deve ser publicada em cerca de 10 dias, cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
 Os juízes determinaram expedição de ofício à Câmara Municipal para empossar o suplente no prazo de 10 dias da publicação no Diário da Justiça. A votação foi unânime.

Por meio de sua assessoria, o vereador Netinho de Paula (PDT) informou que mantém suas atividades parlamentares normais na Câmara Municipal de São Paulo e "aguardará a publicação da decisão do TRE de São Paulo para interposição dos recursos cabíveis, uma vez que sua saída do PCdoB se deu de forma absolutamente justificada". Ele também declarou que reitera sua confiança da Justiça Eleitoral.

Segundo o TRE…

NOTA DE PESAR

Imagem
O PCdoB de Lagoa Grande, lamenta a morte de Fabriciano Cardoso, ocorrido na madrugada desta segunda-feira (09), Fabriciano que era uma das grandes lideranças política no município em particular na Fazenda Tanque onde residia.

Neste momento de profunda dor uno-me em sentimentos à família de Fabriciano Cardoso, estendendo minhas condolências e homenagens à toda família pela perda que é de todo cidadão deste município. Fabriciano foi um homem que honrou a todos, sendo um brilhante cidadão e professor na arte de servir a sua comunidade.

Rogo a Deus que lhe dê o descanso eterno e que conforte toda sua família.

Carlos Antonio da Silva  Presidente do PCdoB

Como pode um neto do Tancredo Neves escalar o golpe?, indagou Ciro

Imagem
O ex-ministro Ciro Gomes defendeu nesta terça-feira (3) no programa Espaço Público, da TV Brasil, que a presidenta Dilma Rousseff deve alterar os rumos da política econômica para recuperar o apoio popular.
Ciro condenou as manobras golpistas da oposição, liderada pelo PSDB, de abrir um processo de impeachment contra Dilma. Para ele, a oposição não aceitou o resultado das eleições e quer “pegar um atalho” para chegar ao poder. “Boa parte do calor dessa crise deve-se a uma geração inteira de tucanos, para quem se a Dilma ficar no governo significa Lula mais oito anos a partir de 2018”.
Ele se disse decepcionado com o presidente da legenda, senador Aécio Neves (MG), a quem acusou de ter “desapreço às regras e ao calendário [eleitoral]”. Como pode um neto do Tancredo Neves escalar o golpe?”, indagou.
Filiado ao PDT desde setembro, o ex-ministro lembrou episódios da história recente do país e que Tancredo acompanhou, como o suicídio do ex-presidente Getúlio Vargas, em 1954, e o golpe contr…