Retrospectivas 2011 Lagoa Grande a quase três anos de gestão Rose Garziera

Nas matérias publicada na série “POPULAÇÃO LAGOAGRANDENSE EM MAUS LENCÓIS” mostrou descaso da prefeitura com os bairros e povoados de Lagoa Grande, se você percorrer de Leste a Oeste, de Sul a Norte na cidade você vai se depara com vários problemas: 1) Saúde; 2) Infraestrutura; 3) Educação; 4) Agricultura e Assistência Social. Não que os outros problemas não existam mais são em menos proporções. A população precisa urgente se possessionarem a respeito de tantos recursos públicos jogado pelos ralos da vida.

No abandono das políticas públicas os bairro da Estatuá, Chafariz, Vasco, Morada Nova, Cristo Rei, Juazeiro na SEDE e Povoado de Vermelhos, Jutaí e Açude Saco II, assim como o Estádio está se transformando em depósito de lixo. Os governante municipal a tempo deixou de pesar no coletivo no momento que vive o município e o desrespeito pelas posturas dos secretários de infraestrutura, saúde e de governo que desvalorizam os direitos fundamentais das pessoas não obstasse isto, a falta de acompanhamento dos projetos em andamento pelo Poder Legislativo permiti que o executivo façam manobras que torne uma lentidão a conclusão dessas obras.
Veja a situação das obras na Sede e demais localidade:

Sede: Obra inacaba no bairro do Chafariz (Canal da Vergonha II)

Sede: Bairro da Estatuá (iluminação)
Sede: Lixão nas do Bairro da Estatuá
Sede: Estadio de Futebol virou depósito de lixo
 
Sede: PSF 07
Sede: Quadra poliesportiva da Morada Nova
Sede: Pavimentação da Rua da Prefeitura (Rua: Antonio Germano)
Sede: Falta de esgotamento sanitário dos bairros da Estatuá e Cristo Rei
Jutaí: Falta de água encanada
Vermelhos: Vila do Sal
Vermelhos: Vila Euza
Vermelhos: Rua que liga avenida central a quadra poliesportiva
Vermelhos: Academia da Cidade
Vermelhos: Creche
Vermelhos: Lixo, acumulo de água da Lagoa no meio da rua e Cemitério
Os governantes que demostram sua incompetência ao atribuir à terceiros a responsabilidades que são suas, ao afirmar que obras são deixada de ser realizadas por causa de A ou B, isso é a maior prova de inoperância dos gestores público. Isso é subestimar a inteligência das pessoas.


Na confraternização da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Turismo e Esporte – SEDETE o, Secretario de Governo Jorge Garziera “num recado indireto aos blogueiros presente ao evento, anunciou num tom de ironia que no dia PRIMEIRO DE JANEIRO DE 2012 estará lançando no bairro da Estatuá a realização do saneamento do bairro” lançamento esse regado aproximadamente 3.600 latões de cerveja e 500Kg de carne, pasme senhores e senhoras enquanto os governo tenta implantar leis que dá tolerância zero para quem bebe e dirige a Lagoa grande vai na contramão ou seja promove isso em plena praça pública. Segundo o secretario as obras teria uma duração de 60 dias para sua conclusão e período pelo qual estaria também realizando o saneamento do bairro do Vasco o que levaria para sanear os dois bairros 120 dias conforme reafirmação do Líder do Governo na Câmara. Que em 2012 realmente comecem com a valorização das pessoas e de suas necessidades básica que é o direito a: Saúde, Infraestrutura com saneamento, iluminação adequada, lazer e acima de tudo a dignidade, não existe emoção maior no mundo quando as pessoas são vista como elas são é o mesmo de ver um brasileiro vencer uma competição fora do seu país.

Não somos contra o desenvolvimento e os investimentos na nossa cidade principalmente na SAÚDE, EDUCAÇÃO, INFRAESTRUTURA, ASSISTÊNCIA SOCIAL, AGRICULTURA, ESPORTE, CULTURA, TURISMO e etc. O que nós somos contra e sempre nos possessionaremos contrário é quando os direitos das pessoas forem desrespeitado e/ou violados como é o caso das imagem acima. Nenhum governante espere receber reconhecimento da nossa parte quando esses direito forem desrespeitado. A população um Feliz 2012, e que realmente o executivo venha realiza aquilo que lhe de direito e não um favor que preste a população.

Série: População lagoagrandense em maus lençóis

Pasme mais estamos em pleno século 21 e nós deparamos com situação como essa, as velhas latas que pensávamos de não existirem, retorna novamente como instrumento de transporte de água para consumo humano e prepara alimentação, essa água chega de carro pipa, vejam que o problema é rotina até mesmo na SEDE onde as pessoas pegam água na Câmara Legislativa para consumo nos Birros Nova Lagoa Grande e Morada Nova esse não é um problema que ocorre só Jutaí como mostra as fotos enviadas ao blog pelo morador Varonildo, falta compromisso dos nossos políticos que já estão de recesso. Vejam que não tem horário para pessoas pegarem água, a população está sendo tratada pela gestão pública como animais, chegam põem água na cisterna e se virem é assim cuidar das pessoas

A tentai bem, senhores e senhoras Jutaí está apenas 46,5Km da sede de Lagoa Grande e a 57,4Km, da margem do Rio São Francisco em Vermelhos é inacreditável que as pessoas ainda usem latas. Antes que digam que a culpa é de A e B é preciso que Lagoa Grande comece a fazer os projetos que venham cuidar e dar melhor qualidade de vida as pessoas essa situação "ISSO É UMA VERGONHA". Acorda prefeita.

Série: População lagoagrandense em maus lençóis


Voltando aos Vermelhos nesse fechamento de matéria e com o compromisso de que iremos visitar outras localidade da mesma forma iremos acompanhar de perto o andamento de todas as obras.

Rua: Euza

Vila do Sal

Cohab III


PSF 04

A casa caiu, onde estão os investimentos e os recurso destinados a essas obras?, hoje abandonado pela incompetência do gestor da Secretaria de Infraestrutura, por onde andas os vereadores representantes da população e fiscalizadores das ações do executivo? O que faz esses cidadão que eleitos para nos representar e decide criar uma coisa chamada: Situação e Oposição, onde esta escrito essa função de vereadores de representar o governo ou grupos o papel do vereador é representar o povo. 

Prefeita está na hora de sair do gabinete e visitar as comunidade, não para acredita em seus secretarios que acha que está tudo bem, porque as coisas não estão bem.

Série: Lagoa Grande em maus lençóis

Povoado de Vermelhos, um lugar abandonado pelas ações públicas do governo municipal, esse povoado além da prefeita e secretario ainda tem Coordenador Distrital (uma subprefeitura com sede e tudo).

Durante essa semana o Blog visitou todos os bairros da cidade e o Povoado de Vermelhos onde pudemos observar que 90% dos problemas levantados é de responsabilidade da Secretaria de Infraestrutura, que chega em Vermelhos e tem de cara a imagem da Academia da Cidade e pensa numa bela obra, não sabe que a mesma ainda não está concluída (Foto 01), da mesma forma a Rua que liga avenida central a Quadra Poliesportiva (Foto 02). O povo quer saber onde foi pará os recursos dessas obras? Acorda prefeita, vossa excelência precisa andar na cidade ficar no gabinete ouvido seu Secretario de Governo, Infraestrutura e de Saúde não é a melhor saída da prefeitura do caos que se transformou a cidade.

Pensávamos que os problema em Vermelhos fossem menos do que na Sede, mais está pior veja que nem o Cemitério escapou do descaso da Secretaria de Infraestrutura, lixos nas ruas, lagoa de esgotamento sanitário no meio do povoado causando a maior fedentina o que já caso de saúde pública, mais que não funciona no município.


Pasme senhor a frente da Creche em Vermelhos onde centenas de crianças ficam em suas dependências mais que convivem com a fedentina provocada por um canal de esgoto que corre a céu aberto em frente a Creche, essa situação não é só responsabilidade do Secretario de Infraestrutura e sim da Secretaria de Saúde mais dificilmente esse problema será solucionado uma cidade que tem o privilegio de ter médio apenas no ano que veem não está nem ai para saúde da população, prefeita tome providência a população já não suporta mais o descaso de sua gestão “ISSO É CUIDAR DAS PESSOAS?” reveja seus projetos pois esses que estão sendo desenvolvido na cidade não tem contribuído em nada com a população, apenas com que executadas e contratas as obras não concluídas.



Os motivos que levaram a interdição do antigo matadouro e as irregularidades do novo matadouro

Situação do atual matadouro:

Fotos: ADAGRO

Irregularidades e/ou não conformidade nas instalaçoes do Novo Matadouro conforme Relatório da ADAGRO em matéria divulgada no Blog de Carlos Britto o Secretario de Agricultura afirma que ainda está faltado os equipementos, quase uma ano e nenhum providência foi tomada pela prefeitura. Esse relatório foi usado como base pela promotoria para que no dia 22 de dezembro de 2011, interditasse o matadouro o que foi cumprido pela Policia Militar que lacrou o mesmo.

Ainda bem que o secretario reconhece que durante os três anos dos 12 (doze) anos que estiveram no poder o matadouro sempre funcionou precariamente no centro da cidade, com local inadequado para o abate de animais. E que sua transferência para o novo matadouro que diga-se de passagem não concluído até porque o PRÓPRIO SECRETARIO DIZ QUE O MESMO NÃO ESTÁ APTO A FUNCIONAR POR FALTA DE EQUIPAMENTOS PROVENIENTE DE PARCERIA COM O GOVERNO DO ESTADO e que essa boa ação surge na interdição do antigo e inadequando matadouro.

Veja os erros apontados pela ADAGRO:

  1. Calçar todo o pátio;
  2. O curral de observação, não atende as exigências da legislação;
  3. Área de vômito inadequada (falta de chuveiro);
  4. Canaleta de Sangria (cumprimento inadequado);
  5. Sala para tratamento das vísceras, ainda sem equipamentos;
  6. Construção de uma sala, banheiro e sanitário para o Médico Veterinário.

Fotos: ADAGRO

Apesar do Secretário de Agricultura e o Secretário de Obras, ter assumido o compromisso de resolver as pendências até o fechamento dessa matéria e com a divulgação da matéria no Carlos Britto nenhuma solução foi tomada pelos secretários.

Mensagem natalina e de ano novo

O PCdoB de Lagoa Grande através do seu presidente deseja a todos os lagoagrandense um FELIZ NATAL E 2012 repleto de paz.




Série: População lagoagrandense em maus lençóis


O bairros da Estatuá e Cristo Rei veem sofrendo constantemente a falta de políticas pública proveniente da prefeitura. Numa conversa informal com o Secretario de Infraestrutura onde o mesmo afirmou que independe da população querem ou não no dia 06 de janeiro será lançado o saneamento do bairro da Estatua onde segundo o secretario será servido um boi vários “BODES” e 150 (cento e cinquenta) grades de cerveja ao custo de aproximadamente 11.000,00 (onze mil) reais aos cofres públicos?.

Na conversa com o secretario ele mim informou que algumas pessoas no bairro eram contra e não permitia que fosse feito o saneamento, mais estive durante dois dias no bairro falei com alguns moradores e ambos mim disseram que essa afirmação do secretario era uma inverdade porque independente da população querem ou não a prefeitura tem a obrigação moral de fazer o saneamento.

Mais se verdade as obras continua sendo discriminatório porque bairros como Cristo Rei e Vasco vão ficar fora deste cronograma da Secretaria de Infraestrutura o que é uma pratica do secretario. Uma pergunta secretario: De onde vai sair os recursos para fazer o saneamento? Uma vez que você tinha como justificativa que para sanear o bairro teria que aprova a lei que autorizava a prefeitura desfazer dos terrenos públicos.


A população quer saber: Como será sistema de esgotamento sanitário previstas nessa obra, será que teremos que conviver com uma nova fedentina no meio da rua? Espero que a FUNASA verifique essas obras da oligística da saúde pública, porque Lagoa Grande se transformou no canteiro de obras inacabadas até onde os nossos recursos serão jogados pelo RALO? É preciso que o nosso secretario seja mais responsável quando de anunciar obras e projetos, questionando sobre o projeto de Lei o mesmo disse não ser conhecedor do projeto nos detalhes até porque o mesmo foi feito pelo Secretario de Governo que simplesmente pediu que em cabeçamos essa ideia de modo que o mesmo fosse aprovado. No meu entendimento é um governo que não se comunica e como dizia o velho guerreiro ou saudoso Chacrinha “Quem não se comunica se trumbica” o que acontece no governo de Lagoa Grande é que estão dizendo não as PESSOAS mais isso é uma erro muito grande já dizia o aviador e proprietário da TAM Rolim “Você pode até dizer não a uma proposta, mais jamais pode deixar de ouvi-la. Quando você diz não a uma proposta, está dizendo não ao produto. Mas quando se nega a ouvir, está dizendo não à pessoa. Isso é imperdoável, pois mais tarde essa pessoa pode ter algo de que você vai precisar”. A humildade para servir e atender bem as pessoas é uma exercício diário e você não tem humildade com a população lagoagrandense.

Vamos está de olhos dessas obras faraônicas que surge no final de mandato de gestão.

Em breve o JORNAL LAGOA GRANDE COMUNISTA SERÁ DISTRIBUÍDO IMPRESSO NAS COMUNIDADE DE LAGOA GRANDE.
Nesta primeira fase, traremos todas as notícias da Série: População lagoagrandense em maus lençóis e outras que foram destaque na região e publicadas em outros blog's.

Contaremos com a colaboração de vocês para enviarem sugestão de pauta e matéria para que seja publicas no blog e no Jornal impresso.

Envie sua sugestão para: pcdob_lagoagrande@yahoo.com.br

Série: População lagoagrandense em maus lençóis


Obra inacabada põe em risco a segurança das pessoas e principal das crianças, adolescentes e jovens do bairro Morada Nova e os que passam pelo local a mais de 4 (quatro) meses que estão parada a construção da quadra poliesportiva do referido bairro a fiação ou “gato” estão expostos no local e é um perigo para sociedade. Além do risco, a população quer saber: o porque da paralisação dessas obras? e inícios de outras que segue o mesmo caminho o de não conclusão dentro do prazo previsto, assim como a quadra, a rua em frente a prefeitura que a data de conclusão já inspirarão conforme placa de identificação da obra? Ainda bem que fecharam o matadouro, porque poderíamos afirma que estamos vivendo o período de encheção de linguiça em Lagoa Grande e em particular na prefeitura.

Quando o secretario dizia que tínhamos de dormir tarde e acorda sedo para trabalhar, vejo que ele não está fazendo isso, porque a cidade não está crescendo e sim regredido na história. São aproximadamente 12 (doze) anos de GARZIERA no poder executivo da cidade com exerção de um mandato os demais é um projeto que ainda não saiu da prancheta e pelo andar da carruagem não vai sair nunca.

Série: População lagoagrandense em maus lençóis


A população já não acredita mais nos lançamentos dessas obras sem perspectiva de conclusão, já que obras como a do PSF 07 foram paralisadas para que outras fosse iniciadas o que preocupa a população hoje não são as construção, desses PSF's mais sim a falta de profissionais médicos para atender a população, medicamentos que não existe na farmácia básica nem nos PSF's. Quanto ao PSF 7 és a questão dos R$ 200.000,00 (duzentos mil) reais dos recursos federais investido no município parece que não foram repassados pelo governo isso é verdade ou não? Ou foi pará o mesmo lugar que a contrapartida do município? Com a palavra o secretario de infraestrutura que está perdido nas ações que deveriam serem desenvolvidas na cidade. Como diria Biris “Isso é uma vergonha”.

Série: População lagoagrandense em maus lençóis


No dia de hoje (22) obtive a informação que médicos pediatras nos PSF's e em particular o do bairro do Chafariz que só o ano que vêm, como se as crianças tivesse um botão de controle do dia e hora de adoece, os recursos recebidos do Governo Federal em 2011 pela saúde foi da ordem de R$ 2.056.731,97 (dois milhões cinquenta e seis reais setecentos e trinta e um reais e noventa e sente centavos) no período de janeiro de agosto.

Fonte: http://pe.transparencia.gov.br/Lagoa_Grande
No mês de fevereiro de 2010 quando a prefeita pediu aumento de salário dela com o argumento de que necessitária de reajusta os salario dos profissionais do PSF passou de R$ 7 mil para R$ 8 mil e o plantão foi de R$ 1 mil para R$ 1,2 mil. O Secretario na época o Sr. Vanelson revelou que os R$ 3 mil acrescidos no salário de Rose serão destinados por ela a outros programas do município que programas eram esses? Porque não temos médico no hospital e nem no PSF's “a falta de gerência dos recursos destinados pelo governo Federal a saúde vem sendo mau utilizado em Lagoa Grande e sua destinação só tem cobrido os gasto com o pagamento de locação de veículo e financiado os salários nepotismo” até quando teremos que pagar por este descaso provado por esse secretario de saúde.

É por essas inconveniências que a popularidade da GESTÃO está em baixa, mais esse governo um dia vai querer governar para o povo e não para grupos como vem praticando atualmente, talvez quando esse dia chegar vai ser tarde politicamente.

Série: População lagoagrandense em maus lençóis


Prefeitura de Lagoa Grande não consegue concluir obras em frente a prefeitura, diante dos fatos fica uma pergunta no ar “Será que os recursos não foram repassados ou isso é pura incompetência desses secretários descompromissados com a cidade?”. Fica difícil acredita que obras estruturantes possam chegar a outras comunidades, se elas um dia chegaram que as pessoas entendam que isso não é nenhum favor e sim uma obrigação do executivo.

Ruas do bairro da Estatuá se transforma em depósito de lixo


No abandono das políticas e ações públicas o bairro da Estatuá assim como o Estádio está se transformando em depósito de lixo. É interessante notar que as informações de interesse coletivo no momento que vive o município e o desrespeito pelas posturas dos secretários de infraestrutura e governo que desvalorizam os direitos fundamentais das pessoas não obstasse isto, a falta de acompanhamento dos projetos em andamento pelo Poder Legislativo permiti que o executivo façam manobras que permita a conclusão das obras com a lentidão para conclui-las o governo inviabiliza os bairros e comunidade que poderiam receber essas obras.

O projeto de Lei Orçamentária 2012 prevê para o ano que vêm no seu Art. 2º, que a receita total é estimada, no mesmo valor da despesa total fixada, em R$ 36.833.433,77 (Trinta e seis milhões oitocentos e trinta e três mil quatrocentos e trinta e três reais e setenta e três centavos), sendo os recursos provenientes da Receita do Tesouro Municipal, Receita Intra orçamentária e de Receita de Outras Fontes dos órgãos de administração direta, inclusive fundos instituídos e/ou mantidos pelo poder público municipal.

Até quando a população tem que passar por esses constrangimento, esgotos correndo a céu aberto, falta de pavimentação, iluminação pública, sendo que LOA 2012, prevê para saneamento R$ 723.000,00 (setecentos e vinte e três mil reais) o que significa dizer que para fazer o saneamento dos bairros da Estatuá, Cristo Rei e Vasco não necessita vender as terras públicas como prevê o Projeto de Lei 023/2011.

Esgotos correndo a céu aberto e falta de iluminação pública
 A prefeitura tinha estimado para este ano a arrecadação de R$ 83.000,00 (oitenta e três mil reais) e para 2012 há uma previsão de recebimento de R$ 91.000,00 (noventa e um ml reais) de iluminação pública, para onde e como são investidos esse recursos.

Estádio de Futebol de Lagoa Grande vira centro de reciclagem de lixo e obras continuam paradas

Foto: Blog Lagoa Grande Noticia
Estádio de Futebol de Lagoa Grande além de ter suas obras paralisadas a meses virou depósito para armazenamento de lixo destinado a reciclagem por uma ONG, o mato também tomando de conta do estádio. Numa visão clara das políticas públicas adotadas na cidade mostra o descaso com os investimentos e a falta de compromisso da prefeitura tendo como responsável a Secretaria Infraestrutura. Se concluído o estádio irá alavancar o esporte no município.

Ministro do Supremo conclui relatório sobre mensalão

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa concluiu o exame do processo do mensalão. O documento de 122 páginas sobre o principal escândalo do governo Lula (2003-2010) foi encaminhado nessa segunda-feira, 19, ao ministro Ricardo Lewandowski, revisor do caso, segundo reportagem do jornal O Globo, desta terça-feira, 20. O julgamento dos 38 réus pode ser realizado em maio de 2012.

A conclusão do relatório ocorre uma semana depois de Lewandowski afirmar que algumas das penas dos envolvidos iriam prescrever. Em razão da repercussão negativa da declaração do ministro, o presidente do STF, Cezar Peluso, solicitou a Joaquim Barbosa, relator do caso, que disponibilizasse o processo aos demais ministros para “agilizar a apreciação”.

Na resposta a Peluso, Barbosa criticou a insinuação de que há demora na tramitação e argumentou que o processo requer cuidado. “Estamos diante de uma ação de natureza penal de dimensões inéditas na História desta Corte”, escreveu em ofício ao presidente.

O esquema do mensalão, investigado desde 2005, envolveu autoridades poderosas da época, como o ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu. Em julho, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel defendeu a acusação de 37 pessoas. Para ele, não haveriam provas apenas contra o ex-ministro da Comunicação Social Luiz Gushiken.


Presidente da Conab é acusado de fraude

Salvo da faxina na Agricultura, Evangevaldo Moreira foi denunciado por suposta ligação com esquema em exame da OAB em Goiás; ele nega 

Colocada em banho-maria, a faxina na Agricultura deverá ser retomada por impulso do Ministério Público Federal, que denunciou o atual presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Evangevaldo Moreira dos Santos, por fraudes no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Goiás. 

De acordo com a denúncia, em 2006, quando era presidente da Agência Ambiental naquele Estado, ele foi flagrado em conversas telefônicas interceptadas com autorização judicial repassando informações sigilosas do concurso da OAB para facilitar a aprovação de João José de Carvalho Filho, seu subordinado. O atual presidente da Conab era, segundo o MP, amigo dos membros da quadrilha que fraudava a prova. 

Indicado para o cargo por Jovair Arantes, líder do PTB na Câmara, Evangevaldo foi denunciado pelo procurador Hélio Telho pelos crimes de supressão de documento público, uso de documento falso e violação de sigilo funcional. Integrantes da base aliada no Congresso dizem que Jovair Arantes teria retirado a candidatura a ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) e apoiado a deputada Ana Arraes (PSB-PE) numa troca para manter seu apadrinhado na Conab. 

Ao todo, em 18 ações, 101 pessoas foram acusadas por fraudes no exame. De acordo com o MP, Evangevaldo pagou a aprovação fraudada. Por meio de sua assessoria, o presidente da Conab disse que as acusações contra ele não procedem e que sequer foi notificado a respeito.

Prioridade. Durante a crise na Agricultura, a limpeza na Conab foi colocada como prioridade no processo de faxina pela presidente Dilma Rousseff. Afilhado do líder do PTB, Evangevaldo entrou na lista de demissionários, mas acabou sobrevivendo.

Na Conab, o loteamento entre os partidos foi maior. Toda a estatal foi dividida entre PMDB, PT e PTB - que não tem um ministério, mas contentou-se com a presidência da estatal, com orçamento de R$ 2,8 bilhões.

Nova regra para planos de saúde não garante marcação com médico escolhido

Está em vigor desde ontem a resolução da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) que fixa prazos máximos entre sete e 21 dias, dependendo do procedimento, para a marcação de consultas, exames e cirurgias pelos planos de saúde. Mas não será nada fácil para o consumidor conseguir assistência rápida da forma que pretende. A norma não assegura atendimento com os médicos ou hospitais de preferência do usuário no período estabelecido, mas sim com qualquer um dos profissionais ou estabelecimentos conveniados.

A resolução não especifica como o usuário deve agir para tentar marcar a consulta, caso não obtenha sucesso na primeira tentativa. A ouvidora da ANS, Stael Riani, disse ao Correio que a obrigação de indicar o prestador de serviço que atenda no prazo é do convênio. “O consumidor não tem que ligar para a rede toda”, garantiu. Ela explicou que, caso o cliente não consiga agendar com o profissional de sua preferência, ele deve procurar a operadora, a quem compete indicar o médico ou o estabelecimento que o atenderá.

 “A empresa tem que resolver o problema. Essa demanda é do plano de saúde. Se vendeu o serviço, tem que garantir o atendimento”, afirmou Riani. Ela lembrou que a data para a resolução entrar em vigor — prevista inicialmente para junho passado — foi adiada duas vezes para as operadoras se adaptarem. Na visão da ouvidora, as punições previstas na resolução, de suspensão da comercialização do plano de saúde e de intervenção na empresa pelo órgão regulador, são instrumentos mais eficazes para obrigar o seu cumprimento do que a aplicação de multas.

A Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde) informou ontem que suas 15 afiliadas estão preparadas para atender os prazos previstos na norma da ANS. A entidade, que representa grandes grupos do setor de saúde privada, como Bradesco Saúde, Amil, Sul América, Golden Cross e Unimed Seguros Saúde, afirmou, em nota, que os prazos definidos “são considerados razoáveis”.

Teste

Depois de entrar em colapso no primeiro semestre do ano e de ter sido parcialmente suspenso, o sistema de atendimento ao público da agência reguladora, por meio de telefone e da internet, terá seu primeiro grande teste com a vigência das novas normas. Em relatório apresentado na semana passada, a ouvidora defende melhora do serviço.

Para ela, além da ampliação da capacidade, é preciso oferecer resposta mais rápida aos consumidores em relação às demandas encaminhadas. Segundo Riani, a direção da ANS atendeu recomendação da ouvidoria e estabeleceu prazo de até sete dias úteis para concluir as demandas mais simples dos consumidores. Mas o órgão ainda leva mais de 10 dias para se posicionar em relação às demais reclamações, disse.

Prazos máximos (Em dias úteis)
Consulta em pediatria, clínica médica, cirurgia geral, ginecologia e obstetrícia - 7
Consulta nas demais especialidades médicas - 14
Consulta/sessão com fonoaudiólogo - 10
Consulta/sessão com nutricionista - 10
Consulta/sessão com psicólogo - 10
Consulta/sessão com fisioterapeuta - 10
Exames por laboratório de análises clínicas em regime ambulatorial - 3
Demais serviços de diagnóstico e terapia em regime ambulatorial - 10
Procedimentos de alta complexidade - 21
Atendimento em regime de internação eletiva - 21


Fonte: ANS

PSB diz garantir unidade em Palmares

O discurso da unidade do PSB em Palmares, na Mata Sul, foi afinado na tarde desta segunda-feira (19) em encontro na sede do diretório regional do partido, no Recife. Na conversa, coordenada pelo presidente estadual Sileno Guedes, o atual vice-prefeito, João Bezerra, recebeu a chancela de "pré-candidato oficial" a prefeito da cidade em 2012.

O ex-prefeito e ex-deputado Enoelino Magalhães não afirmou categoricamente que retira o nome do páreo para disputar pelo PSB, porém demonstrou concordar com a decisão do partido por João Bezerra. "O mais importante é que estamos juntos e com um grupo consolidado, e temos certeza da vitória", declarou Enoelino.

João Bezerra reitera o que tem dito o governador Eduardo Campos a respeito do processo eleitoral de 2012. "A questão da candidatura só vai ser tratada no momento apropriado, que é o próximo ano", enfatizou.

O PSB de Palmares tem vivido uma situação inusitada desde que Enoelino Magalhães ingressou no partido, em 2010, após deixar o DEM. Antes rival da família Coutinho, que é do PSB, os dois grupos agora estão do mesmo lado.

O deputado estadual João Fernando Coutinho, filho do prefeito de Água Preta, Eduardo Coutinho, esteve no encontro de ontem junto com o deputado Clodoaldo Magalhães (PTB), sobrinho de Enoelino. "Não estamos tendo dificuldades de unidade em Palmares. PTB, PSB, PSD e PCdoB estão juntos", frisou o petebista.

Saiba por que ninguém foge dos presídios de segurança máxima no Brasil

Detentos ficam 22 horas em celas de 7 m² e paredes que suportam impacto de 300 kg

Ao contrário das penitenciárias estaduais, ninguém foge dos presídios de segurança máxima no Brasil. O jeito encontrado pelo governo federal é polêmico e caro: cercar o prédio com policiais armados até com granada e isolar por 22 horas o preso de alta periculosidade em uma cela de 7 m². 

Inspirado no modelo americano Supermax, esse sistema começou a valer no Brasil em 2006, no segundo governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ao custo de R$ 1 bilhão, foram construídos quatro presídios (no Paraná, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Rio Grande do Norte) que, “desde a inauguração, nunca registraram fugas, rebeliões ou apreensões de drogas ou celulares”, segundo o Ministério da Justiça.

A massa carcerária de um presídio de segurança máxima é formada basicamente pelos maiores líderes do tráfico de drogas do Brasil, que dos presídios estaduais comandavam rebeliões por todo o país.

Apesar de eles voltarem para as detenções estaduais depois de 360 dias (renováveis pelo mesmo período se o juiz decidir), o ministério afirmou ao
R7 que, desde que foram criadas, “as penitenciárias federais [...] reduziram as rebeliões e motins em estabelecimentos prisionais estaduais em 70%”.

A ex-procuradora do Estado de São Paulo e advogada especialista no assunto Beatriz Rizzo discorda do ministério ao dizer que “com certeza” não foram os presídios “que reduziram as rebeliões”.


- Rebeliões são reduzidas ou explodem em razão de outras políticas penitenciárias. Depende muito mais de quem é o secretário da Administração Penitenciária e qual é sua política, que reflete, por exemplo, em quem vai dirigir os presídios.


Fortaleza

Além de isolar os detentos o dia inteiro, a estrutura dos prédios de segurança máxima também é diferente das unidades estaduais. As paredes e os pisos, por exemplo, foram feitos para suportar impactos de até 300 kg. Para evitar resgates por helicóptero, cabos de aço cruzam todo o pátio. Até hoje, nem um telefone celular foi encontrado no interior de um presídio federal. O controle de entrada e saída de materiais do presídio é feito com detectores de metal e aparelhos de raios X, por onde passa até o lixo.

Nas torres de vigilância, os agentes ficam armados com coletes e capacetes à prova de balas, fuzis de alto calibre, pistolas e granadas. Há mais de 200 câmeras de vigilância espalhadas por todo o presídio, exceto no interior das celas.

Rizzo não critica a estrutura dos prédios, mas critica o isolamento de 22 horas a que os presos ficam sujeitos.


- Isolamento severo só leva os presos à alienação mental, loucura ou extrema agressividade. Nosso Regime Disciplinar Diferenciado não tem nada de inovador. Aliás, se isolamento fosse bom, não teríamos o PCC [Primeiro Comando da Capital], que foi fundado no antigo Piranhão, como é conhecido o anexo da Casa de Custódia e Tratamento de Taubaté.

O ministério rebate o argumento dizendo que a assistência à saúde das penitenciárias federais "abrange serviços de enfermagem, psicologia, serviço social, pedagogia, terapia ocupacional, farmácia, odontologia e medicina": são 43 profissionais voltados ao desenvolvimento de ações de atenção básica preventivas, de cura e reabilitação.

Tanto investimento para manter longe das ruas seus 427 presos custa caro ao governo federal: R$ 39.744 por ano por cada detento, mais que o dobro do que os governos estaduais gastam com seus presidiários. Em São Paulo, por exemplo, cada um sai por R$ 15.600 ao ano.

O governo acredita que ainda seja necessário construir mais um presídio de segurança máxima: a quinta penitenciária federal está prevista para sair dos alicerces no ano que vem em Brasília.

Rede pública de TV da Coreia do Norte mostra imagens do corpo de Kim Jong-il

Corpo do ditador foi coberto com uma tela vermelha dentro de um caixão de vidro

North korean TV/AFP Photo
O corpo de Kim Jong-il foi colocado em um caixão de vidro, sobre um arranjo de flores vermelhas
A televisão pública da Coreia do Norte mostrou, nesta terça-feira (20), fotografias do corpo de Kim Jong-il. O caixão do ditador norte-coreanoi repousa no palácio de Kumsusan, nos arredores de Pyongyang (capital). Nas imagens da KCTV é possível ver o corpo do ditador coberto com uma tela vermelha dentro de um sarcófago de vidro, que por sua vez descansa sobre um leito de flores vermelhas e brancas.


O falecido líder da Coreia do Norte, que também ostentava o cargo de Comandante Supremo das Forças Armadas desde 1991, aparece nas fotos vestido com seu tradicional uniforme cáqui, que leva várias condecorações militares. Aos pés do caixão foi colocada uma placa na qual figuram os anos de seu nascimento e de seu falecimento: "1942-2011".

De pé, são vistos os membros do cortejo fúnebre oficial e também integrantes de diferentes corpos militares. Na sala onde foi instalado o velório predomina a cor vermelha, que predomina na bandeira do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte.

A KCNA informou também que o filho mais novo de Kim Jong-il e seu designado sucessor, Kim Jong-un, e um grupo de altos cargos do Partido dos Trabalhadores prestaram homenagem ao falecido líder durante o velório.

O caixão do líder norte-coreano se encontra no Palácio Memorial de Kumsusan, o mesmo local onde está o mausoléu de Kim Il-Sung, seu pai e fundador da Coreia do Norte.

A televisão nacional norte-coreana indicou que Kim Jong-il morreu no sábado (17) aos 69 anos, vítima de um ataque cardíaco, após governar a Coreia do Norte com mão de ferro durante 17 anos.

Justiça condena padres alagoanos acusados de pedofilia, pena chega a 21 anos

Da esquerda para direita, padres Barbosa, Duarte e Gomes
Cinco meses e 11 dias após iniciar o julgamento, o juiz da 1ª Vara da Infância e da Juventude de Arapiraca (AL), João Luiz de Azevedo Lessa, condenou, nesta segunda-feira (19), os três padres de Arapiraca acusados de pedofilia contra coroinhas a penas que variam de 16 a 21 anos de prisão.

Segundo a decisão, o padre Luiz Marques Barbosa, 84, foi condenado a 21 anos de prisão, enquanto os padres Edílson Duarte, 43, e Raimundo Gomes, 50, ficarão por 16 anos e quatro meses na prisão. Além disso, eles foram multados em R$ 1.816 cada um.

Segundo o assistente do juiz, Carlos Bezerra, o padre Luiz Marques foi condenado por três atos criminosos –sete anos contra cada um dos coroinhas. “Os demais só praticaram ato contra dois [coroinhas], mas tiveram o agravante de serem do ministério sacerdotal, por isso tiveram as penas ampliadas em dois anos e quatro meses. Já o Luiz Marques, por ser maior de 70 anos, não teve esse agravante”, informou.

A defesa dos padres Raimundo Gomes e Luiz Marques anunciou que vai recorrer da decisão da Justiça. “Estou surpreso com essa sentença, já que as penas ficaram totalmente fora do padrão. Isso deixa margem grande para a defesa. O juiz mudou a tipificação da própria denúncia proposta pelo MP. Vamos recorrer com certeza absoluta dessa decisão”, afirmou o advogado Edison Maia.

Apesar da sentença, os réus não serão presos. “A defesa e o MP têm cinco dias para recorrer da decisão. Como eles são réus primários, de bons antecedentes, têm residência fixa e compareceram às fases processuais, não terão a prisão imediata”, disse.

O julgamento
 
O julgamento teve início no dia 8 de julho, mas por conta da quantidade de testemunhas arroladas no processo –23 ao total–, os depoimentos só foram concluídos no dia 2 de agosto. Ouvidas as testemunhas, o juiz ainda precisou analisar as alegações finais de acusação e defesa para chegar à sentença, divulgada nesta segunda. “Foi um processo complexo, com mais de mil páginas”, disse o juiz.

O julgamento também foi acompanhado por representantes do Vaticano. Além do processo civil, os padres enfrentam o processo da Igreja Católica, que baseia-se no direito canônico. Caso sejam condenados pela Igreja, os três religiosos poderão perder o direito de exercerem atividades religiosas. Por enquanto, estão afastados dos trabalhos paroquiais.

O caso
 
Os ex-coroinhas Anderson Farias, 22, Cícero Flávio, 23, e Fabiano Ferreira, 22, acusam os três religiosos de abusos sexuais quando eles eram adolescentes, com idade entre 12 e 18 anos. Eles denunciaram que, quando eram adolescentes e coroinhas das paróquias onde os padres atuavam, foram iniciados sexualmente.

Durante o depoimento, o ex-coroinha Cícero Flávio afirmou que os padres usavam do poder religioso que tinham perante a sociedade para encobrir os abusos. “Tomei coragem de filmar tudo que estava acontecendo, pois só assim a sociedade iria acreditar na denúncia dos abusados feitos a nós por aqueles homens”, disse.

O caso ganhou repercussão internacional quando foram divulgadas à imprensa, em fevereiro de 2010, as cenas de sexo entre o padre e Fabiano. A filmagem também foi gravada em DVDs que foram comercializados e viraram sucesso de vendas em barracas de camelôs de Arapiraca.

A denúncia dos supostos abusos cometidos pelos padres levou a CPI da Pedofilia do Senado Federal realizar uma sessão no fórum de Arapiraca. O senador Magno Malta (PR-ES) presidiu os trabalhos e colheu depoimento de todos os envolvidos no caso. Durante os depoimentos, o padre Edílson confirmou que manteve um relacionamento amoroso com um ex-coroinha, mas se defendeu afirmando que as relações sexuais teriam ocorrido quando o rapaz já era maior de 16 anos.

O material colhido pela CPI foi entregue ao Ministério Público Estadual, que denunciou os padre à Justiça.

FBC libera R$ 30 milhões para perímetros irrigados do Nilo Coelho e Bebedouro

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, assina hoje, terça-feira, dia 20, em Petrolina, com o governo de Pernambuco, 16 termos de compromisso de obras que serão executadas no Sertão pernambucano. O investimento, por intermédio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), é de R$ 35,7 milhões.
 
Dentro da meta do Ministério da Integração Nacional de recuperar e ampliar a irrigação no semiárido brasileiro, R$ 16 milhões serão destinados para a pavimentação das vias principais de três perímetros irrigados: Nilo Coelho, Maria Tereza e Bebedouro. Outros R$ 5,7 milhões serão usados na elaboração do Plano Diretor de Nilo Coelho e Bebedouro.

Nilo Coelho – R$ 8,6 milhões vão ser aplicados na modernização do perímetro, o que inclui a elaboração de projeto executivo para pavimentação e restauração da pavimentação das vias principais, o fornecimento de 1 700 válvulas automáticas de controle de pressão e limitador de vazão e a substituição dos oito sistemas de excitação com proteção incorporada dos motores elétricos existentes na estação de bombeamento principal.

O governo federal vai investir ainda na elaboração de projeto para modernização dos sistemas de acionamento das comportas de setor do Nilo Coelho, na recuperação de três motores síncronos e revisão de um motor síncrono da estação de bombeamento principal e no fornecimento de 1 610 hidrômetros.

No perímetro de Bebedouro, além do plano diretor, será investido R$ 1,3 milhão na reabilitação de duas bombas de eixo vertical da estação de bombeamento principal, na compra de retroescavadeira e de uma roçadeira hidráulica articulada e na reabilitação de 68 km de drenos coletores.

O governo federal também vai reformar e ampliar as barragens do Boqueirão, em Cabrobó, da lagoa da pedra, em Santa Maria da Boa Vista, e as de Belém do São Francisco e Santa Maria da Boa Vista. O investimento total é de R$ 1,3 milhão. E R$ 1,2 milhão será usado na execução de aguadas em Arcoverde (lote 01), Afrânio e Dormentes (lote 02) e Granito (lote 03).

← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial

Postagens mais visitadas